Tamanho do texto

Pelo menos 15 partidários da oposição zimbabuense morreram desde as eleições gerais de 29 de março, afirmou neste sábado o porta-voz do Movimento pela Mudança Democrática (MDC), Nelson Chamisa.

"Até agora contabilizamos 15 (mortos) mas a matança provavelmente é maior", porque uma barreira de silêncio impera nas aldeias, afirmou.

"As pessoas caem como moscas e são enterradas nas aldeias", assegurou Chamisa.

Um balanço anterior da MDC apontava dez mortos nas mãos dos seguidores do presidente Robert Mugabe desde as eleições de 29 de março.

O governo afirma que esses assassinatos só ocorreram na "imaginação" da oposição.

sn-chp/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.