Tamanho do texto

O novo presidente do Paquistão, Asif Ali Zardari, pediu neste sábado ao Parlamento que reduza seus poderes constitucionais, em especial, que elimine o de dissolver a Assembléia Nacional e destituir o governo.

"Peço ao Parlamento que forme uma comissão que reúna todos os partidos para revisar" as disposições constitucionais que concedem ao chefe de Estado principalmente os poderes de dissolver as assembléias nacionais e provinciais e de destituir o governo, declarou o viúvo da ex-primeira-ministra Benazir Bhutto em seu primeiro discurso na câmara.

"Jamais na história do Paquistão um presidente abriu mão de seus poderes", acrescentou Zardari, líder da maioria gerada nas eleições legislativas de 18 de fevereiro e eleito chefe de Estado há menos de duas semanas pela ampla maioria dos membros das duas câmaras do Parlamento e das quatro assembléias provinciais.

gir-mmg/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.