Tamanho do texto

Nova Délhi, 6 out (EFE).- A Polícia indiana afirmou hoje que deteve 15 supostos membros do grupo islâmico Indian Mujahedin (IM) em relação aos atentados em diferentes pontos do país este ano, entre eles a capital, Nova Délhi.

O delegado da Polícia da cidade de Mumbai, Hassan Gafur, citado pela agência "Ians", disse que, entre os detidos, estão quatro especialistas em informática que se encarregaram de enviar e-mails à imprensa antes dos recentes atentados em Délhi e Ahmedabad.

O policial disse que os supostos membros do IM admitiram envolvimento em vários atentados cometidos na Índia desde 2005.

Segundo Gafur, os detidos pretendiam cometer um atentado em Mumbai aproveitando a celebração de um festival hindu que acontece durante estes dias.

Até o momento, a Polícia deteve 20 pessoas em relação aos atentados, segundo Gafur.

Dez dos detidos são suspeitos de ter colocado artefatos explosivos nas localidades de Ahmedabad e Surat, no oeste do país.

EFE amp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.