Tamanho do texto

Lima, 5 nov (EFE).- Pelo menos duas pessoas morreram, entre eles um bebê de cinco meses, em meio aos distúrbios registrados na cidade peruana de Tacna, nas primeiras horas do estado de emergência decretado pelo Governo nessa região, confirmaram hoje à Agência Efe fontes do necrotério local.

A criança morreu de madrugada asfixiada por bombas de gás lacrimogêneo lançadas à noite pelas forças da ordem, segundo a versão dos pais do bebê. A segunda vítima foi atingida a tiros. EFE fjo/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.