Tamanho do texto

O Papa Bento XVI defendeu nesta sexta-feira a unidade dos cristãos, advertindo contra qualquer forma de divisão, diante de uma platéia de religiosos católicos e de representantes das demais igrejas cristãs reunidos para as vésperas na catedral Notre Dame, em Paris.

"Rezo pela unidade da Igreja", declarou Bento XVI durante sua homilia, depois de saudar com "respeito e afeição" os representantes das igrejas cristãs "que vieram para participar das vésperas nesta catedral".

Cerca de 40.000 pessoas se reuniram em volta da catedral, no coração de Paris, para acompanhar a cerimônia em telões.

O Papa lembrou em seguida as palavras de São Paulo, advertindo para "qualquer forma de divisão", e destacou que não pode haver Igreja "sem unidade em torno do Cristo redentor".

As vésperas foram celebradas na presença de cerca de 2.000 padres, religiosos e seminaristas.

Esta cerimônia era um dos pontos altos do primeiro dia da viagem do Papa à França, que deve durar até segunda-feira. Mais cedo, Bento XVI pronunciou um discurso teológico diante de 700 personalidades do mundo da cultura e foi recebido no palácio do Eliseu pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy.

O Papa apoiou o princípio de "laicidade positiva" defendido por Sarkozy, que prega uma laicidade mais aberta sobre as religiões.

ema/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.