Tamanho do texto

A aliança ficou no país por sete anos; invasão norte-americana derrubou presidente Saddam Hussein

A Otan encerrou sua missão de treinamento de sete anos no Iraque sábado, ao mesmo tempo que as tropas norte-americanas se retiram do país após a invasão de 2003 que derrubou o presidente Saddam Hussein.

Milhares comemoram fim da Guerra do Iraque em Falluja

A aliança afirmou que poderia encerrar sua missão depois de conversas com autoridades iraquianas sobre continuar o programa falharam, por conta de divergências sobre um quadro legal que abrange as forças da Otan no Iraque.

"Nós respeitamos as decisões de um Iraque soberano e saudamos o fato de que os iraquianos são totalmente responsáveis por fazer o seu próprio caminho", disse o tenente-general Robert Caslen, comandante da missão de treinamento comandante da Otan na cerimônia de encerramento.

A decisão ocorre depois do anúncio presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em outubro que as tropas norte-americanas iriam para casa no final do ano.

Militares dos Estados Unidos participam de cerimônia em Bagdá que marca o fim da Guerra do Iraque
AP
Militares dos Estados Unidos participam de cerimônia em Bagdá que marca o fim da Guerra do Iraque

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.