Tamanho do texto

O Conselho de Segurança estendeu nesta sexta-feira por mais seis meses o mandato das forças que mantem destacadas na colina de Golã, situadas entre a Síria e Israe, onde se encarrega de fazer respeitar o cessar-fogo que dura 34 anos.

O mandato da Força das Nações Unidas (UNDOF) encarregada de observar a retirada de Israel da colina de Golã será renovado até 31 de dezembro.

Golã, colina estratégica síria, foi conquistada por Israel em 1967 e anexada em 1981.

A UNDOF foi criada em 1974 para vigiar o cessar-fogo pedido pelo Conselho depois da guerra árabe-israelense de 1973.

hc/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.