Tamanho do texto

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, disse neste domingo que pretende fechar a prisão de Guantánamo, em Cuba, para recuperar a estatura moral dos Estados Unidos no mundo, em uma entrevista na televisão neste domingo.

"Eu afirmei várias vezes que tinha a intenção de desativar Guantánamo, e continuarei assim, e é isso que farei", disse Obama, que assumirá a presidência americana no dia 20 de janeiro.

"Afirmei várias vezes que os Estados Unidos não torturam. E vou me certificar de que não torturamos. Isso faz parte dos esforços para recuperar a estatura moral dos Estados Unidos no mundo", indicou.

Obama participou ao lado da mulher, Michelle, do programa "60 Minutes", da rede de televisão americana CBS.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.