Tamanho do texto

O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, destacou, nesta quarta-feira, que está trabalhando junto com seu adversário, o republicano John McCain, para estabelecer uma frente unida para enfrentar a crise financeira que abala os Estados Unidos.

Em um comunicado, o porta-voz de Obama, Bill Burton, não mencionou o pedido de McCain de adiar o debate presidencial, previsto para sexta, ressaltando que o candidato democrata pediu ao rival que ambos dessem uma declaração conjunta sobre o plano de resgate lançado pelo Tesouro para evitar uma gigantesca crise financeira.

"Às 8h30 (hora local) desta manhã, Obama telefonou para o senador McCain, a quem pediu que se unisse para fazer uma declaração conjunta que contenha os princípios compartilhados e condições para a proposta do Tesouro e na qual pedem ao Congresso e à Casa Branca para agir de forma bipartidária para aprovar a proposta", afirmou Burton.

"Às 14h30 (hora local), o senador McCain respondeu ao apelo do senador Obama e concordou em se unir a ele para dar essa declaração. As duas campanhas trabalham juntas nos detalhes", acrescentou.

jit/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.