robô
Reprodução
Um cão-robô de quatro patas, chamado Spot, é visto patrulhando um parque


Um cão-robô, chamado Spot, está sendo usado pelas autoridades de Singapura para ajudar a conter infecções por coronavírus. Monitorando o distanciamento social, o bichano tecnológico pede, educadamente, que pedestres, corredores e ciclistas mantenham-se afastados.

Spot é comandado via controle remoto e foi desenvolvido pela Boston Dynamics. Ele "inaugurou" suas atividades na semana passada em um parque central de Singapura, como parte de um teste de duas semanas que pode unir outros robôs para policiar os espaços abertos durante o bloqueio em todo o país.

"Vamos manter Singapura saudável", diz em inglês o robô. "Para sua própria segurança e para os que estão ao seu redor, afaste-se pelo menos um metro. Obrigado", acrescenta, com uma voz feminina e suave .

Além de transmitir mensagens lembrando aos visitantes as medidas de distanciamento social, Spot é equipado com câmeras e ferramentas de análise para estimar o número de pessoas no parque. As autoridades disseram que as câmeras não seriam capazes de rastrear indivíduos ou gravar dados pessoais.

Apesar da gentileza canina, violações das rígidas regras de bloqueio de Singapura podem resultar em multas pesadas e até prisão.

De acordo com as regras para aplicar o bloqueio até 1º de junho, os residentes só podem deixar suas casas para saídas essenciais, como compras de supermercado, e devem usar uma máscara o tempo todo em público. Exercício ao ar livre é permitido, mas deve ser feito sozinho.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários