Tamanho do texto

Drink proibido levou ainda mais de 40 para hospitais da região de Mumbai, segundo relatos da polícia; bebida é ilícita

Uma bebida alcoólica caseira, tóxica, matou pelo menos 94 moradores de uma favela e levou um total de 45 pessoas para hospitais, na capital financeira da Índia, Mumbai, de acordo com relatos da polícia, ontem. É a mais recente tragédia provocada por bebidas ilícitas. As informações são da agência Reuters.

Leia todas as notícias do Mundo Insólito

A polícia local prendeu cinco pessoas ligadas às mortes, que começaram na quarta-feira, em um bairro a oeste da cidade. "Mais de 150 pessoas consumiram essa bebida alcoólica. O número de mortos pode aumentar", disse Dhananjay Kulkarni, vice-comissário de polícia de Mumbai, acrescentando, também, que oito policiais foram suspensos por suspeita de negligência.

Bebidas alcoólicas artesanais, frequentemente contendo metanol industrial venenoso, são populares entre a população mais pobre da Índia, porque são baratas. Em 2011, mais de 140 pessoas morreram no Estado de Bengala Ocidental, no leste do país, por terem consumido bebidas alcoólicas caseiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.