Tamanho do texto

A justiça britânica rejeitou nesta quarta-feira o recurso de um empresário que questionava a decisão do primeiro-ministro Gordon Brown de obter a ratificação do tratado europeu por via parlamentar e não por referendo.

Stuart Wheeler, empresário eurocético de 73 anos ligado aos conservadores, baseou a ação judicial na promessa do Partido Trabalhista de organizar um referendo sobre o projeto Constituição Européia, que morreu ao ser rejeitado em 2005 em referendos na França e Holanda.

O governo de Brown optou por ratificar o Tratado de Lisboa no Parlamento, ao afirmar que o texto é muito diferente do extinto projeto de Constituição.

et/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.