Tamanho do texto

LA PAZ - O vice-presidente da Bolívia, Álvaro García Linera, afirmou hoje que a oposição boliviana sofreu uma derrota tão catastrófica que demorará pelo menos cinco anos a construir uma alternativa séria ao projeto de Evo Morales.

"Um programa alternativo de Estado da direita ou do centro vai demorar pelo menos cinco anos para fazer uma oposição séria ao presidente", previu García Linera em entrevista à rádio estatal "Patria Nueva".

Até agora, os partidos de oposição na Bolívia terão um mero papel "testemunhal", porque sua "derrota foi tão catastrófica e seus erros tão terríveis que ficaram sem bandeira, sem território e sem líderes", disse o vice do Governo.

"Quero ver como conseguem construir em um ano", acrescentou o vice-presidente, em referência às eleições gerais antecipadas que serão realizadas na Bolívia em 6 de dezembro de 2009.

Perguntado por hipotéticos candidatos da oposição no pleito, como os ex-presidentes Jorge "Tuto" Quiroga (2001-2002) ou Carlos Mesa (2003-2005), García Linera disse que não vê "credibilidade" no primeiro caso, e sobre o segundo afirmou que desperdiçou seu momento histórico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.