Tamanho do texto

BUENOS AIRES (Reuters) - A geleira Perito Moreno rompeu-se, nesta quarta-feira, na Patagônia argentina, um fenômeno incomum durante o inverno austral. O processo de ruptura, que ocorre com frequência mais ou menos a cada três anos, foi iniciado na sexta-feira e poderá ser consequência do aquecimento global.

A última ruptura havia sido registrada em março de 2006.

Alguns turistas estavam no local para assistir ao espetáculo, que normalmente acontece em épocas de altas temperaturas.

A geleira Perito Moreno, que tem uma extensão de cerca de 200 quilômetros quadrados, mais de três quilômetros e cerca de 70 metros de altura acima do nível do lago.

(Por Walter Bianchi)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.