Tamanho do texto

La Paz, 5 out (EFE).- O presidente Evo Morales e seus opositores autonomistas também não chegaram hoje a um acordo para superar a crise política da Bolívia, apesar de o Governo manter aberto o chamado diálogo nacional.

Após mais de dez horas de reunião em Cochabamba (centro), os governadores regionais opositores de Santa Cruz, Beni, Tarija e Chuquisaca não assinaram o documento apresentado por Morales para tornar viável a convocação do referendo constitucional e aprovar os avanços conseguidos nas mesas técnicas do processo de diálogo. EFE sam/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.