Tamanho do texto

Bogotá, 25 jul (EFE) - A guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e a organização separatista espanhola ETA tinham um acordo terrorista evidenciado em mensagens dos computadores do líder rebelde Raúl Reyes, afirmou hoje o procurador-geral da Colômbia, Mario Iguarán.

"Não só é o conteúdo nos computadores; também há informação das autoridades espanholas que nos permitem falar desse pacto terrorista ETA-Farc", disse Iguarán depois de se reunir com o promotor-chefe da Audiência Nacional da Espanha, Javier Zaragoza. EFE jgh/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.