Tamanho do texto

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) continua analisando as mostras procedentes de supostas instalações nucleares na Síria, mas até o momento não há indícios de nenhum material nuclear, afirmou o diretor geral da AIEA, Mohamed ElBaradei.

Em junho, a Síria autorizou os inspetores da AIEA a visitar as instalações de Al Kibar, no deserto sírio, que os Estados Unidos afirmam serem instalações nucleares clandestinas.

Israel bombardeou estas instalações em setembro de 2007.

spm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.