Tamanho do texto

Dois soldados holandeses das forças da Otan no Afeganistão morreram nesta sexta-feira na explosão de uma bomba instalada na beira de uma estrada na província de Oruzgan, disse à AFP um porta-voz militar holandês em Cabul.

Em Haia, o Ministério da Defesa anunciou que outros dois militares ficaram gravemente feridos e que um dos mortos era o tenente Dennis van Uhm, filho do general Peter van Uhm, nomeado na quinta-feira chefe do Estado-Maior das Forças Armadas holandesas.

Os quatro militares retornavam de uma missão de reconhecimento quando uma bomba artesanal explodiu na passagem de seu veículo por uma estrada.

Os dois mortos tinham 22 e 23 anos e os dois feridos, 20 e 25.

Um dos feridos está "em estado crítico" enquanto que o outro se encontra em estado "estável", declarou em Haia o general Freek Meulman.

Mais de 1.600 militares holandeses estão mobilizados na província de Oruzgan e fazem parte dos 50.000 homens da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan no Afeganistão.

gdh/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.