Tamanho do texto

Moscou, 15 abr (EFE).- A atual comandante da Estação Espacial Internacional (ISS), Peggy Whitson, marcará amanhã um novo recorde de permanência no espaço para um astronauta americano, com 374 dias.

"Em 16 de abril, Whitson estabelecerá recorde de estadia acumulada no espaço", informou hoje o representante da Nasa (agência espacial americana) na Rússia, Serguei Puzanov.

A comandante, que soube de sua façanha por um correspondente da agência russa "RIA Novosti", mostrou-se "encantada", embora tenha negado que vá comemorá-la de uma maneira especial.

"Certamente, passarei esse dia como qualquer outro", disse a astronauta, que quebrou a marca de seu compatriota Michael Foale.

Peggy Whitson, que se tornou, em 19 de outubro do ano passado, a primeira mulher a comandar a ISS, também ostenta o recorde de tempo no exterior da plataforma orbital após participar de cinco caminhadas espaciais.

Whitson voltará à Terra no dia 19 junto a seu companheiro de expedição, o russo Yuri Malenchenko, e à primeira astronauta sul-coreana, Yi Sob-yeon.

O recorde absoluto de permanência ininterrupta no espaço pertence ao russo Valeri Poliakov, que ficou 437 dias a bordo da estação espacial Mir. EFE io/mac/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.