Tamanho do texto

Declaração se segue a reconhecimento feito por Brasil, Argentina, Bolívia e Equador

O governo chileno reconheceu a Palestina como um "Estado pleno, livre e soberano", anunciou nesta sexta-feira o chanceler Alfredo Moreno, o que torna o Chile o mais recente de uma lista de países que tomaram a mesma medida, incluindo o Brasil, Argentina, Bolívia e Equador.

A nota informa que o presidente chileno Sebastián Piñera visitará Israel e os territórios palestinos em 4 e 5 de março.

"O governo do Chile, que permanentemente apoiou o direito do povo palestino de se constituir em Estado independente e coexistir em paz com o Estado de Israel, adotou a resolução de outorgar seu reconhecimento à existência do Estado da Palestina como um Estado livre, independente e soberano", destacou o chefe da diplomacia chilena.

*Com AFP e EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.