Tamanho do texto

Os idosos que caminham pelo menos uma hora por dia apresentam menos riscos de caírem em depressão, de terem doenças cardíacas, hipertensão e artrose, além de consumirem menos remédios e terem maior expectativa de vida, de acordo com um estudo publicado na revista Preventive Medicine.

A pesquisa foi realizada durante dois anos por uma equipe de pesquisadores de Roma, da Universidade Católica do Sagrado Coração, e da Flórida, com 248 italianos que vivem em uma comunidade na montanha. Nesse grupo, a idade média é de 85,9 anos.

Durante o estudo, 12% dos voluntários morreram, mas a taxa de mortalidade foi mais alta entre os que caminhavam menos de uma hora por dia.

Aqueles que caminhavam, para os quais a média de prescrições medicamentosas era mais baixa, também apresentavam menos riscos de ficarem deprimidos, menos problemas cognitivos, crises cardíacas, hipertensão e artrose.

chc/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.