Tamanho do texto

Sydney (Austrália), 13 jul (EFE).- O papa Bento XVI vai chamar a atenção dos jovens sobre a pobreza, a justiça e o meio ambiente durante a Jornada Mundial da Juventude, que acontece esta semana em Sydney, na Austrália.

"Muitos jovens não têm esperança. Permanecem perplexos diante das perguntas que têm de responder de forma cada vez mais urgente em um mundo que lhes confunde, e estão freqüentemente inseguros sobre o caminho a seguir para encontrar uma resposta", assegurou o papa na mensagem que divulgou hoje aos jovens peregrinos que participarão da Jornada Mundial.

Na mensagem, distribuída no momento de sua chegada à Austrália, o líder religioso assinalou que muitos jovens "vêem a pobreza e a injustiça, e desejam encontrar soluções".

Além disso, esses jovens "vêem os grandes danos que a avareza humana causa ao meio ambiente, e lutam para encontrar um modo para viver em melhor harmonia com a natureza e com os demais".

Segundo Bento XVI, os jovens também sentem inquietações religiosas "e se perguntam como responder aos que lhes desafiam negando a existência de Deus".

Para encontrar as respostas para todas essas perguntas e desafios, o pontífice lembrou uma mensagem atribuída a Santo Agostinho, que dizia que "se queres permanecer jovem, procure Cristo".

"Em Cristo estão as respostas; estão as metas pelas quais vale realmente a pena viver e a força para continuar o caminho para um mundo melhor", acrescentou.

Bento XVI chegou hoje a Sydney para liderar a Jornada Mundial da Juventude.

O avião que levou o papa, um Boeing 777 da companhia Alitalia, aterrissou na Base Aérea de Richmond, 50 quilômetros ao noroeste de Sydney, às 15h (2h de Brasília).

Bento XVI foi recebido pelo primeiro-ministro, Kevin Rudd, o cardeal George Pell, arcebispo de Sydney, e outros líderes da Igreja Católica na Austrália.

O pontífice descansará por quatro dias em uma residência na localidade de Kenthurst, nos arredores de Sydney.

O papa voltará na quarta-feira a Sydney, e ficará hospedado na residência de George Pell.

Seu primeiro compromisso oficial será na quinta-feira, quando vai ser recebido pelas autoridades australianas. EFE alg/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.