Tamanho do texto

Familiares de passageiros chineses invadiram local de coletiva da polícia na capital da Malásia em busca de informações

Um grupo de parentes de passageiros do voo MH370 da Malaysia Airlines, que desapareceu no dia 8, foi retirado à força do local em que autoridades malaias realizariam uma coletiva em Kuala Lumpur.

Assista: Vídeo mostra piloto e copiloto de avião desaparecido passando por detector

Saiba mais: Leia todas as notícias sobre o voo desaparecido

Os parentes retirados eram da China, país que conta com o maior número de passageiros da aeronave desaparecida. O avião sumiu com 239 pessoas a bordo.

Assista ao vídeo:

Muitos familiares vêm criticando o governo malaio, alegando que não estariam recebendo informações sobre a aeronave. Mas a Malásia informou que enviará uma delegação formada por políticos e autoridades aéreas do país à China a fim de prestar informações às vítimas.

Veja fotos sobre o voo desaparecido da Malásia:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.