Tamanho do texto

Santiago do Chile, 2 jul (EFE).- As autoridades do Chile decretaram hoje alerta vermelho em áreas próximas ao vulcão Llaima, na região sul do país, com as lavas já se estendendo por mais de dois quilômetros.

Segundo especialistas, embora o caudal de lava ainda siga em "categorias" consideradas "normais", este poderia causar uma inundação se o material incandescente derreter a neve que cobre o vulcão de 3.210 metros de altura.

A erupção do Llaima, situado 76 quilômetros ao leste de Temuco e a 700 quilômetros de Santiago, na Cordilheira dos Andes, levou às autoridades a manter zonas de exclusão próximas ao vulcão.

Têm acesso ao local apenas equipes de emergência e do Exército.

As autoridades não descartaram a possibilidade de ordenar evacuação obrigatória, caso o comportamento do Llaima se transformar em um perigo para as pessoas que ainda se mantêm na zona.

Até ontem, mais de 20 pessoas já tinham deixado de forma voluntária os setores mais próximos ao vulcão.

A preocupação trespassou a fronteira, já que quatro cidades argentinas se mantêm em alerta amarelo. EFE pt/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.