Tamanho do texto

O Parlamento sudanês aprovou nesta terça-feira uma lei crucial sobre o referendo de autodeterminação do Sudão do Sul, previsto para 2011, depois que sulistas e nortistas chegaram a um acordo sobre um artigo controverso.

A nova legislação integra um artigo que era solicitado pelos sulistas e que havia sido suprimido pelo Congresso Nacional do presidente Omar el-Beshir.

O artigo estipula que os sudaneses do sul que deixaram a região antes de 1956, data da independência do Sudão, devem votar no Sul.

str-iba-mc/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.