Rosangela Moro e Sergio Moro
Reprodução
Rosangela Moro e Sergio Moro

Poucas horas depois da filiação ao Podemos e do discurso que marcou a entrada de Moro na política nesta quarta-feira (10) , a esposa do ex-juíz e ex-ministro da Justiça, a advogada tributarista Rosangela Wolff Moro, fez uma postagem em suas redes sociais dizendo que "nesse projeto, não há espaço para o medo". Moro deve disputar a presidência da República em 2022.

"Nesse projeto, não há espaço para o medo, não há espaço para reações agressivas, mas também não há espaço para timidez", escreveu.


Rosangela costuma comentar sobre a vida profissional de seu marido. Em fevereiro de 2020, quando Moro era ministro da Justiça,  ela disse que não via separação entre o ex-juiz e Bolsonaro. “Sou pró-governo federal. Eu não vejo o Bolsonaro, o Sergio Moro. Eu vejo o Sergio Moro no governo do presidente Jair Bolsonaro, eu vejo uma coisa só." Pouco depois, Moro rompeu com o presidente e deixou o governo.

Leia Também


Já em novembro de 2020, Rosangela disse à TV Globo que uma eventual candidatura de Moro à cadeira de chefe do Executivo "não estava no radar". A situação também parece ter mudado.

Ontem, Moro falou como presidenciável. Disse buscar "sempre fazer a coisa certa", pediu confiança aos brasileiros e condenou práticas como 'rachadinhas' do governo Bolsonaro e o mensalão, ocorrido no governo Lula.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários