Orangotango fêmea vivia como 'prostituta' na Indonésia
Reprodução/Borneo Orangutan Survival Foundation
Orangotango fêmea vivia como 'prostituta' na Indonésia

Ela vivia acorrentada a uma parede e deitada num colchão sujo ou num sofá surrado com o rosto cheio de maquiagem. Um cliente após o outro, Pony trabalhava como "prostituta" em um bordel na ilha de Bornéu (Indonésia). Só um detalhe: Pony é uma fêmea de orangotango.

Homens que trabalhavam numa fazenda de óleo de palma próxima entravam no bordel e podiam pagar algumas para fazer sexo com uma prostituta humana ou, terrivelmente, com ela. Muitos se satisfaziam bizarramente com Pony.

Sabendo o que era esperado, Pony girava os quadris quando um cliente batia na porta antes de ser estuprada por homens com o dobro do tamanho dela que pagaram seu dono pela experiência.

Roubada da sua mãe quando era bebê, a macaca gentil tinha o corpo inteiro raspado a cada dois dias, deixando sua pele irritada, coberta de feridas e propensa a picadas de mosquito. Pony foi ensinada a realizar atos sexuais com humanos.

Você viu?

A história comovente foi primeiramente relatada em 2018, conforme noticiou o "Sun".

Felizmente, Pony, agora com 21 anos e livre dos atos de bestialidade, foi resgatada pela Borneo Orangutan Survival Foundation, e agora vive em um de seus centros de reabilitação para animais.

"Pony vive uma vida saudável dentro do complexo atualmente. Aos 21 anos, a falta de habilidades naturais e o comportamento não permitem que ela seja colocada em outros tipos de recintos. Esperamos que ela possa algum dia ter a chance de viver na ilha santuário. No complexo em que está hospedada, Pony sempre mostra um apetite saudável por frutas e ferramentas de enriquecimento que nossa equipe lhe dá", disse nesta terça-feira (14/9), Nico Hermanu, assessor de Comunicação da entidade ambientalista.

Em outra frente, ativistas denunciam a atividade dos trabalhadores que eram "clientes" de Pony. A extração do óleo de palma é frequentemente apontada como bastante danosa para o meio ambiente. Para abrir espaço às plantações da árvore, que cresce em climas quentes, agricultores recorrem ao desmatamento em áreas ocupadas por florestas tropicais, hábitat de muitas espécies.

Pizza, sorvete, biscoitos, margarina, cosméticos e sabonetes são alguns dos muitos produtos que contêm óleo de palma, ingrediente cuja exploração comercial ameaça orangotangos e várias outras espécies.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários