casal sendo preso
Istimewa
O homem foi atraído ao apartamento por um casal que pensou que ele fosse rico.

Um homem de 32 anos foi golpeado e esfaqueado enquanto fazia sexo com mulher que conheceu em aplicativo de relacionamentos , na Indonésia. Depois, a vítima ainda foi esquartejada e seus restos mortais foram encontrados dentro de uma mala.

O homem foi atraído ao apartamento por um casal que pensava que ele fosse rico. Enquanto ele fazia sexo com a mulher que tinha conhecido pelo aplicativo Tinder, o namorado dela – que estava escondido no banheiro do apartamento – surgiu e golpeou o indivíduo.

"O namorado atingiu a vítima três vezes com um tijolo. Então, ele o golpeou sete vezes com uma faca", contou o chefe de polícia local, Nana Sudjana, ao jornal Daily Mirror.

De acordo com os policiais, o homem foi esfaqueado até a morte e, como os criminosos não sabiam o que fazer com o corpo, começaram a desmembrá-lo. A vítima foi esquartejada em quase 12 pedaços.

Os restos mortais foram enrolados em sacos plásticos e guardados dentro de duas mochilas e uma maleta.

Com o cartão da vítima, o casal alugou um flat, para onde levou o corpo desmembrado. Os golpistas ainda usaram o cartão roubado para sacar o equivalente a 35 mil reais, que usaram para comprar uma motocicleta, joias e ouro.

Após a família perceber e denunciar o desaparecimento da vítima, três dias após o crime, a polícia rastreou as movimentações no cartão do homem e conseguiu chegar aos assassinos na última quarta-feira (16), antes que eles enterrassem os restos mortais.

O namorado da mulher tentou resistir à prisão e foi baleado nas duas pernas.

O casal foi sentenciado por assassinato e roubo, podendo ser condenado à morte.

    Leia tudo sobre: aplicativo

    Veja Também

      Mostrar mais