Profissional da saúde manuseando testes de Covid-19
FreePick/Divulgação
Profissional da saúde manuseando testes de Covid-19

Mais de 600 alunos de uma escola corânica na  Indonésia  testaram positivo para o  novo coronavírus  (Sars-coV-2). A informação foi divulgada pelo porta-voz do Ministério da Saúde do país.

O internato Darussalam Blokagung, localizado em Banyuwangi, colocou em quarentena seus quase 6.000 estudantes depois de detectar que pelo menos 664 foram diagnosticados com  Covid-19 . A maioria dos discentes apresenta sintomas leves ou são assintomáticos.

“Todas as atividades foram paralisadas. As orações coletivas foram suspensas temporariamente e todos os estudantes devem permanecer em seus quartos”, disse na terça-feira Benget Saragih, porta-voz do Ministério da Saúde.

Uma campanha de testes começou a ser feita em meados de agosto neste internato depois que alguns alunos apresentaram sintomas da doença, afirmou a escola. A polícia local e o exército bloquearam todos os acessos às instalações durante o período de isolamento dos jovens.

A Indonésia, país com a maior população muçulmana do mundo, possui milhares de escolas com internato. Em julho, uma academia militar constatou quase 1.300 casos do coronavírus.

Na última quarta-feira (02), foram contabilizados mais de 3.000 novos casos no país, o que aumenta o total para mais de 180.000, com 7.616 mortes. No entanto, autoridades acreditam que essas estatísticas estão subestimadas, já que a taxa de testes realizados no país é uma das mais baixas do mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários