Tropas dos Estados Unidos em operação para ocupar base de artilharia de soldados do Vietnã
US Army Signal Corps
Tropas dos Estados Unidos em operação para ocupar base de artilharia de soldados do Vietnã

O total de mortos pelo  novo coronavírus (Sars-CoV-2) nos Estados Unidos passou de 58,3 mil na terça (28) e superou a marca simbólica do número de americanos mortos durante a Guerra do Vietnã . Desde que houve a primeira morte nos EUA, a crise no país dura dois meses, enquanto o conflito armado teve duração de quase 20 anos e foi a maior derrota militar americana de todos os tempos.

Iniciada em 1959, a guerra foi marcante porque o Exército americano, o maior e mais equipado da época, foi derrotado por soldados que usavam táticas de guerrilha nos combates.

Leia também: China tem novas medidas para evitar segunda onda de Covid-19

Naquele período, o conflito se deu em meio à disputa dos Estados Unidos com a União Soviética , que eram as duas maiores potências do mundo.

Essa divisão se deu inclusive no território do Vietnã, que foi dividido em Norte, onde um grupo comunista tomou o poder e unificar o país, e Sul, região que era aliada aos EUA para onde Washington começou a enviar suas tropas.

Leia também: Quando a Covid-19 vai acabar? Plataforma aponta previsões sobre fim da pandemia

No caso parte Norte do país, os combatentes usavam ataques-surpresa, emboscadas e outras táticas de guerrilha, se aproveitando do conhecimento que ele tinham da geografia local.

Para tentar conter essa avanço, até 1969 os EUA enviaram cerca de 500 mil militares ao país. Enquanto isso, a China e da União Soviética forneciam armas e suprimentos aos vietnamitas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários