Wuhan
Xinhua
Com alta do último paciente, Wuhan caminha para ficar livre da doença

Epicentro inicial da pandemia do Covid-19, a cidade de Wuhan divulgou que deu alta para o último paciente da doença que ainda estava internado em um hospital. A informação foi confirmada por autoridades de saúde da China no último final de semana e divulgada por agências de notícias do país.

Leia também: Itália: após 82 anos juntos, casal morre de Covid-19 com intervalo de uma semana

"Com os esforços unidos de Wuhan e da equipe médica da província de Hubei, todos os casos do Covid-19 foram finalizados no dia 26 de abril", informou o porta-voz da Comissão Nacional de Saúde, Mi Feng, durante uma entrevista coletiva na tarde do último domingo, um dia após o último paciente receber alta.

Wuhan , que é apontada como "marco zero" da doença , teve mais de 46 mil casos confirmados, o que representa mais de 56% das infecções em todo o território chinês, além de 3.896 mortes.

Leia também: Covid-19: em crise, Manaus tem estoque de caixões para apenas mais cinco dias

Apesar da confirmação envolvendo os hospitais, ainda há pacientes com o novo coronavírus, mas estes já estão se recuperando em casa. A cidade, que encerrou oficiamente as imposições de isolamento social na última semana, seguirá testando a população para evitar uma possível "segunda onda", que poderia ser ainda mais grave.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários