Okinawa
Reprodução/NHK
Trabalhadores cortam lírios no Parque Esportivo de Okinawa

O Parque Esportivo de Okinawa, no Japão , costuma receber mais de 10 mil pessoas por dia durante a temporada de férias. Para evitar aglomerações no local, que também sofre com o surto da Covid-19 , a prefeitura decidiu cortar o jardim que conta com mais de 15 mil lírios.

LEIA MAIS: Gastos de água e energia podem aumentar durante a quarentena

De acordo com Seiji Fukushima, diretor do Parque Esportivo de Okinawa, foi uma decisão dolorosa. “Muitas pessoas estavam ansiosas para ver as flores. Como a maior parte do parque está fechada, optamos por cortar o jardim de lírios”, contou à rede japonesa NHK. 

Os profissionais responsáveis pelo jardim cortaram os lírios de forma que os bulbos cresçam com mais facilidade na próxima primavera. Por enquanto, a recomendação da prefeitura é que as pessoas fiquem em casa para evitar o contágio do novo coronavírus (Sars-CoV-2). 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários