Homem de terno e gravata
Reprodução
Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou no fim da noite desta segunda-feira (20) que vai suspender temporariamente a entrada de imigrantes no país como forma de combater os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

"À luz do ataque do Inimigo Invisível, e também para proteger os empregos dos nossos grandes cidadãos norte-americanos, eu vou assinar uma Ordem Executiva para suspender temporariamente a imigração para os Estados Unidos", escreveu em uma mensagem no Twitter.

Leia também: Covid-19: Trump critica governadores e diz que restrições foram "muito longe"

A postagem foi feita por volta das 23h30 (hora local) e não detalhou quais seriam as medidas adotadas, nem quando seria feita a assinatura. Desde que assumiu o cargo, Trump vem em uma batalha para restringir a entrada de migrantes no país. O mandatário chegou a dizer que queria que apenas pessoas com formação acadêmica pudessem trabalhar no país.

Até a manhã desta terça-feira (21), os Estados Unidos contabilizavam 788.110 casos de Covid-19 e 42.374 mortes pela doença.


    Leia tudo sobre: donald trump

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários