Mais de 100 padres já morreram de covid-19 na Itália arrow-options
Twitter/Reprodução
Mais de 100 padres já morreram de covid-19 na Itália


O C onselho Permanente da Conferência Episcopal Italiana (CEI) informou que mais de 100 padres morreram durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) na Itália, mostrando o “rosto bonito da Igreja amiga, que atua no cuidado com o próximo”.

Durante uma videoconferência realizada nesta sexta-feira (16), os líderes da entidade que gerencia a Igreja Católica no país ressaltaram e agradeceram o trabalho de todos aqueles que atuam “com o sofrimento das pessoas”, como os médicos, os operadores sanitários e os sacerdotes e focaram a reunião na pós-pandemia – assim como anunciou o Vaticano nesta semana.  

Leia também: Papa desaconselha missas online após fim do isolamento

“Sofrimento e crise marcarão os anos que estão vindo. Essa experiência, impensável, não acabou ainda e continua a nos preocupar. […] A experiência da fé, nestas semanas, foi reconhecida como uma força moral. Foi uma mola para a energia necessária para enfrentar a vida e as situações difíceis”, destacou o presidente da CEI, cardeal Gualtiero Bassetti. Segundo a entidade católica, “a sombra da morte parecia estendida sobre o nosso país, mas ela não teve a última palavra”.

Durante a celebração da Quinta-Feira Santa, no dia 9 de abril, o papa Francisco fez uma oração especial pelos sacerdotes que morrem em serviço, incluindo, aqueles que morreram durante a pandemia “no cuidado com os doentes e também nos hospitais”.   

    Veja Também

      Mostrar mais