Índia arrow-options
Reprodução
Mais de 700 turistas já foram flagrados furando as leis de isolamento social no país

Na abertura de cada episódio da famosa série de animação "Os Simpsons", o jovem Bart aparece escrevendo uma frase diferente no quadro negro da escola como forma de punição. Inspirada nessa ideia, a polícia de uma cidade na Índia inovou ao repreender um grupo de turistas que furou o isolamento social no país e os obrigou a escrever 500 vezes uma mensagem de desculpas.

Leia também: País "não sabe se escuta o ministro ou o presidente", diz Mandetta

Segundo informações da agência AFP e da Rfi, o grupo de dez turistas foi abordado pelas autoridades no último domingo (12) enquanto andava por Rishikesh, cidade que ficou conhecida como "retiro espiritual" dos Beatles na década de 60, violando as leis impostas pelo governo de Nareda Modi no final do mês de março.

Como punição , todos tiveram que escrever "eu não segui as regras de confinamento e sinto muito por isso" 500 vezes. Segundo Vinod Sharma, porta-voz da polícia local, a punição foi escolhida para servir de exemplo, uma vez que mais de 700 turistas já foram flagrados desrespeitando a lei indiana.

Leia também: Lula é o ex-presidente melhor avaliado e Collor, o pior, revela pesquisa

Com uma população de 1,3 bilhão, a Índia adotou um isolamento severo e só autoriza saída para atividades essenciais. Além das punições "amigáveis", há registros também de truculência por parte dos policiais, que já foram flagrados agredindo pessoas que furavam a quarentena.

    Veja Também

      Mostrar mais