Rafael Correa
Divulgação
Ex-presidente do Equador, Rafael Correa e outros membros de seu governo foram condenados pelo júri.

O ex-presidente do Equador , Rafael Correa, foi condenado a oito anos de prisão por acusações de corrupção. Além do ex-mandatário, o vice-presidente na época das acusações - 2012 e 2016 -, Jorge Glas também foi condenado.

Leia também: Itália ultrapassa 17 mil mortos por Covid-19, mas contágios caem

Além da reclusão, Rafael Correa também perdeu os direitos políticos por 25 anos. Segundo jornais locais, a leitura da decisão demorou cerca de duas horas. Nela, o júri afirmou que o ex-presidente sabia das movimentações ilegais que aconteciam em seu governo.

Juntamente com o ex-presidente e seu vice, outras cinco pessoas que fizeram parte do governo do Equador foram condenadas. Dentre elas, estão o ex-ministro Vinicio Alvarado e a ex-ministra María de los Ángeles Duarte.

    Veja Também

      Mostrar mais