pessoa de máscara
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Multas no valor de US$1.000 serão aplicadas a quem desobedecer isolamento em Nova York



O estado de Nova York , epicentro do novo coronavírus nos Estados Unidos, deu indícios de que a curva do crescimento do vírus foi achatada. De acordo com o governador, Andrew Cuomo, menos pacientes deram entrada nas UTIs pelo segundo dia consecutivo, o que o político interpreta como um crescimento mais lento das infecções.

No entanto, o sistema de saúde está sendo muito solicitado no momento. Cuomo prorrogou o período de isolamento social e de fechamento de estabelecimentos não-essenciais até o dia 29 de abril. Quem desobedecer a medida preventiva pode levar multa de até US$1.000, o que equivale a R$5.250.

Leia também: Boris Johnson é encaminhado à UTI para tratar Covid-19

Em Nova York, 17 mil pessoas estão internadas, sendo 4.500 em leito de UTI. O número de vítimas fatais em todo estado é de 4.758. Entretanto, a quantidade de óbitos está estabilizada há dois dias, fechando em pouco menos de 600 mortes desde domingo. Mesmo assim, a previsão é que o pico aconteça no fim deste mês e a demanda seja de 55 mil leitos.

Leia também: Tigresa em Nova York testa positivo para Covid-19

Agora, o governador pretende solicitar ao presidente Donald Trump que um navio da marinha localizado no litoral de Nova York recebe pacientes infectados com a Covid-19.

    Veja Também

      Mostrar mais