Kyriakos Mitsotakis arrow-options
Reprodução/Twitter
Pedido foi feito pelo primeiro-ministro da Grécia, Kyriakos Mitsotakis.

Em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o primeiro-ministro da Grécia,  Kyriakos Mitsotakis, pediu para que os ministros e deputados aliados cedessem metade de seus salários dos próximos dois meses para ajudar no combate ao vírus.

Leia também: Ditaduras e nações isoladas: lugares em que a Covid-19 ainda não chegou

Logo após a fala do primeiro-ministro, a nova presidente da Grécia , Katerina Sakellaropulu, anunciou que irá atender ao pedido e doar metade de seu salário. "Devido às difíceis circunstâncias financeiras em que o país se encontra por conta da pandemia de coronavírus.", afirmou a mandatária.

Segundo a John Hopkins University , a Grécia registrou, até o momento, 1.212 casos e 46 mortes causadas pela Covid-19 .

    Veja Também

      Mostrar mais