homem morador de rua
Creative Commons
Projeto deve tirar 45 mil pessoas das ruas

Uma estratégia já utilizada na Califórnia deve transformar hotéis vazios no Reino Unido em abrigos para moradores de rua terem quarentena garantida em meio aos casos de coronavírus.

A medida, que deve ser anunciada nesta segunda-feira (23), foi tomada com base em estudos da Universidade de Londres, que apontam que moradores de rua tem três vezes mais chances de apresentarem problemas respiratórios. Os hotéis seriam locais melhores do que hospitais para fazer esse isolamento porque têm sistemas de limpeza eficientes e quartos isolados para indivíduos.

Leia também: Mandetta diz que adiantará formatura de estudantes de Medicina

“Estamos em uma corrida contra o tempo porque dentro dos abrigos noturnos, onde as pessoas dormem até mesmo no chão e muito próximos uns aos outros, é muito perigoso", afirmou em entrevista ao jornal britânico The Guardian o diretor de política e assuntos externos da ONG Crisis, que cuida de moradores de rua do Reino Unido.

Alguns abrigos noturnos de Londres chegaram a fechar por suspeita de casos de contaminação. A expectativa é de que, com esse projeto, 45 mil pessoas sejam retiradas das ruas.

    Veja Também

      Mostrar mais