O Vaticano anunciou neste domingo (15) que as celebrações litúrgicas da Semana Santa serão realizadas sem os fiéis na Praça de São Padro para tentar evitar a propagação do novo coronavírus.

Leia também: Papa doa 100 mil euros para Caritas combater coronavírus

papa
Presidencia de la República Mexicana
Papa Francisco


“Devido à atual emergência sanitária, todas as celebrações litúrgicas da Semana Santa serão realizadas sem a presença física dos fiéis”, afirmou o Vaticano em comunicado. “Da mesma forma, comunicamos que domingo, 12 de abril de 2020, a recitação do ‘Angelus’ pelo papa Francisco será transmitida apenas via ‘streaming’”, disse o Vaticano.

Leia também: Vaticano anuncia fechamento por causa de coronavírus

As missas afetadas são as do Domingo de Ramos (5 de abril), quinta-feira santa (dia 9 de abril), Sexta-feira Santa e o Caminho da Cruz no Coliseu Romano (10 de abril), Sábado Sagrado da Vigília Pascal (11 de abril) e Domingo de Páscoa (12 de abril). Até 12 de abril as orações de Angelus só podem ser vistas ao vivo no site do Vaticano.

O papa Francisco já vem realizando audiências gerais e o Angelus sem os fiéis para evitar a propagação. Além disso, o pontífice também tem mantido a distância recomendada de seus interlocutores.

Leia também: Por coronavírus, audiência do papa será transmitida por streaming

A basílica e a Praça de São Pedro permanecem fechadas, seguindo as recomendações das autoridades italianas.

    Veja Também

      Mostrar mais