Agência Brasil

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez, declarou "estado de alarme" e decretou quarentena no país a partir deste domingo (15) e por 15 dias por causa do avanço do coronavírus.

Leia também: Ao menos 6 pessoas que estiveram com Bolsonaro estão com coronavírus

Bandeira da Espanha
Pixabay
Bandeira da Espanha

Com a quarentena para conter a propagação do coronavírus , a população tem que ficar em casa. As pessoas só podem sair para comprar comida e medicamentos, ir ao hospital ou por causa de outras urgências.

Leia também: USP confirma segundo caso de coronavírus entre alunos

Na Espanha , há mais de 5.200 pessoas infetadas com o novo coronavírus e, por isso, medidas excepcionais foram anunciadas por meio de decreto.

As autoridades espanholas tentaram, durante quase duas semanas, políticas graduais de contenção que, entretanto, não impediram o aumento de infecções e mortes pela Covid-19.

Leia também: Casa Branca diz que Trump não precisa testar para saber se está com coronavírus

O país é o segundo mais afetado pelo coronavírus na Europa – o primeiro é a Itália – e já registra mais de 5.700 casos confirmados e 136 mortes pela doença.

*Com informações da RTP e da Télam

    Veja Também

      Mostrar mais