Na manhã desta quarta-feira (12), duas cartas-bomba explodiram em diferentes lugares da Holanda: uma no banco ABN Amro em Amsterdã, e outra na sala de correspondência do escritório holandês da empresa japonesa Ricoh.

Leia também: Antissemitas picham muros de escolas na Itália: "Queime Anne Frank"

Cidade na Holanda
Pixabay
Cidade na Holanda


Diversas cartas-bomba foram enviadas ao redor da Holanda em janeiro, e as autoridades acreditam que todas tenham o mesmo remetente. Diferente das últimas duas, os outros artefatos explosivos foram interceptados antes de chegarem a seus destinos, evitando acidentes em um posto de gasolina, uma garagem, um hotel e uma imobiliária. 

Leia também: Voluntária rouba mais de R$ 2 milhões de igreja e gasta com carros e casamento

O funcionário do banco percebeu um barulho estranho vindo de um pacote e o descartou. Logo depois o objeto explodiu. Ninguém ficou ferido e as explosões foram pequenas. 

    Veja Também

      Mostrar mais