Tamanho do texto

Sedes diplomáticas do país estavam na mira quando o general iraniano Qassem Soleimani foi morto na semana passada em um ataque aéreo

Donald Trump arrow-options
Divulgação
Trump anunciou nesta sexta novas sanções contra o Irã

O presidente dos Estados Unidos , Donald Trump , afirmou nesta sexta-feira (10) que o Irã provavelmente planejava ataques contra embaixadas americanas quando o general iraniano Qassem Soleimani foi morto em Bagdá .

"Vamos dizer a você que provavelmente seria a embaixada em Bagdá", disse Trump num trecho da entrevista à Fox News . "Posso revelar que eu acredito que seriam quatro embaixadas."

Leia também: 'Ataque contra Irã é intervenção divina', celebra Estado Islâmico

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo , por sua vez, já havia ressaltado que o governo tinha "informações específicas sobre uma ameaça iminente e incluíam ataques às embaixadas dos EUA".

Soleimani foi morto na semana passada em um ataque aéreo dos EUA no aeroporto de Bagdá. Ele era um dos homens mais importantes do regime iraniano. Em represália à sua morte, Teerã lançou um ataque de mísseis contra duas bases usadas por americanos.

Leia também: EUA rechaçam pedido do Iraque para retirada de soldados americanos do país

Hoje cedo, inclusive, em resposta à ofensiva, o governo Trump anunciou as novas sanções contra o Irã que foram prometidas pelo presidente.

    Leia tudo sobre: Donald Trump