Corpos encontrados em queda do avião
Tasnim News Agency/Amin Ahouei
Corpos encontrados em queda do avião

Das 176 pessoas que morreram na queda de avião no Irã  nesta quarta-feira (8) 63 eram canadenses. A aeronave, um Boeing 737 800 da empresa Ukraine International Airlines caiu na cidade de Teerã, capital do país, deixando todos os passegeiros mortos, incluindo a tripulação.

Leia também: Irã diz que bombardeios são início de uma série de ataques: "vingança mais dura"

Ao todo, estavam no voo 82 iranianos, 63 canadenses, 11 ucranianos, 10 suecos, 4 afegãos, 3 britânicos e 3 alemães. Ainda não se sabe o motivo exato para a queda do avião, mas o caso está sendo investigado por equipes iranianas, ucranianas (origem do avião) e canadenses.

Segundo o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, "múltiplas fontes de inteligência" confirmaram a ele que o avião foi derrubado pelo Irã , provavelmente de "forma não-intencional". O governo do Irã nega a informação. 

Trudeau afirmou que o governo canadense está  "trabalhando" para "garantir que esse acidente seja completamente investigado e que as perguntas sejam respondidas”. 

Leia também: Sistema antiaéreo do Irã derrubou avião ucraniano por engano, diz revista

Você viu?

O premiê canadense também disse que seus "pensamentos estão com todos aqueles que estão de luto pela perda de membros da família, amigos e amores". Ele afirmou que esta é uma notícia de partir o coração e que todo o país estava chocado e triste com ela. 

Entre os canadenses mortos estava um casal que havia acabado de se casar no Irã e uma família com duas filhas, uma de catorze e outra de nove anos.

Leia também: Ministro da Educação escreve "imprecionante" e vira alvo de piada no Twitter

Veja a declaração do primeiro-ministro do Canadá sobre as mortes de canadese na queda de avião :



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários