Temperatura da cidade na qual família morava era de -20ºC
Pixabay/Creative Commons
Temperatura da cidade na qual família morava era de -20ºC

Um bebê de apenas sete meses morreu após ficar exposto por cerca de cinco horas a uma temperatura de – 20° C na cidade de Khabarovsk, na Rússia. Segundo informações do metro.co.uk , a mãe, de 40 anos, colocou a criança em um carrinho e a deixou na varanda para “tomar um ar”.

Segundo relatos, a mulher pretendia deixar o bebê na varanda por apenas alguns minutos, mas esqueceu que o havia deixado lá. Quando lembrou, ele já não mostrava mais sinais de vida. A investigação apontou que a causa da morte foi hipotermia, condição que causa redução da temperatura corporal e que, quando não contornada rapidamente, pode levar à morte.

Leia também: PM dirige bêbado no Réveillon e mata bebê recém-nascida no colo da mãe

Uma investigação criminal foi aberta no dia 5 de janeiro e, segundo informações da mídia local, a mãe foi detida. Desde então, a cidade de Khabarovsk emitiu um alerta sobre deixar crianças fora de casa. Os incidentes mais comuns envolvem queimaduras, quedas de altura ou ferimentos devido ao uso inadequado de fogos de artifício.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários