Eric Chewning vai deixar cargo para retornar ao setor privado, de acordo com a secretaria de imprensa do Pentágono.
Divulgação
Eric Chewning vai deixar cargo para retornar ao setor privado, de acordo com a secretaria de imprensa do Pentágono.

Após as tensões com o Irã aumentarem, o chefe de gabinete do Pentágono , Eric Chewning , vai renunciar o cargo no final de janeiro de 2020. O anúncio foi feito por meio de um comunicado da secretária de imprensa, Alyssa Farah. A informação repassada é que Chewning vai deixar o departamento "para retornar ao setor privado".

Leia mais: "Irã nunca terá uma arma nuclear", diz Trump

Eric Chewning havia se tornado o chefe de gabinete do então secretário de Defesa, Pat Shanahan, em janeiro de 2019. O atual secretário de Defesa , Mark Esper, declarou que é grato pelo profissionalismo, julgamento e liderança de Eric nos últimos meses. 

"Em um trabalho incrivelmente exigente, Eric tem sido uma fonte de trabalho calmo e incansável. Ele será saudades de todos. Desejamos a ele tudo de bom ao retornar ao setor privado".  

Leia também: Trump faz ameaças e diz que só deixa o Iraque quando país pagar por base militar

De acordo com a CNN, o anúncio da renúncia de Chewning era esperado, mas ocorreu após o aumento das tensões dos Estados Unidos com o Irã


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários