Mãe teria planejado assassinato do suposto estuprador da sua filha de 6 anos.
Reprodução/The Sun
Mãe teria planejado assassinato do suposto estuprador da sua filha de 6 anos.

A norte-americana Connie Serbu, de 43 anos, foi acusada pelo assassinato do jovem Xavier Sierra, de 18 anos, depois de supostamente atraí-lo para uma área isolada. A motivação do crime teria sido o estupro da filha de Connie, de apenas 6 anos, pelo adolescente.

Serbu teria dito a Sierra que estaria precisando de ajuda para construir um beliche para conseguir atrair o suposto estuprador e matá-lo, segundo informações apuradas pelo The Sun.

Leia mais: Mulher e amiga morrem incendiadas pelo ex-namorado no Rio

Ao chegar no local onde o assassinato aconteceu, Serbu e eu irmão, John Vargas, de 29 anos, perseguiram o adolescente que tentou escapar. 

Você viu?

A mulher teria atirado seis vezes. Um dos disparos chegou a ferir seu próprio irmão, que morreu durante a briga, assim como Sierra. 

Leia também: Incêndio em Los Angeles provoca evacuação de 100 mil pessoas; veja imagens!

Serbu estava no local quando a polícia chegou. A investigação aponta que ela confessou o crime com remorso. De acordo com o The Sun, ela teria dito à polícia que a culpa seria toda dela. "Ele estuprou a minha filha e ela me contou tudo o que aconteceu", disse a mãe aos policiais. 

O assassinato teria sido planejado durante meses por Serbu. Ela teria dito ao marido que faria algo se descobrisse o suposto abuso sexual. Amigos para quem Serbu confessou que estaria bolando contra o suposto estuprador da sua filha disseram para que ela fosse à polícia depor contra o adolescente ao invés de levar adiante a investida. 

O julgamento do caso estava previsto para acontecer nesta sexta-feira (7), em Naples, na Flórida.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários