Cangurus
reprodução/ABC News
Segundo informações, série de atropelamentos aconteceu ao longo de apenas uma hora

Um jovem de 19 anos foi preso na Austrália após ser acusado de atropelar e matar 20 cangurus na noite do último sábado (30) no subúrbio de Tura Beach, em Nova Gales. Investigadores ainda apuram o que teria motivado o crime.

Leia também: "Sem remorso ou nervosismo": um mergulho na mente do assassino da pequena Raíssa

Segundo a polícia, os cangurus foram atingidos por um veículo em uma ação que durou cerca de uma hora, entre 22h30 e 23h30, no horário local. Alguns cangurus morreram na hora, enquanto outros gravemente feridos sofreram eutanásia.

Três filhotes sobreviveram ao massacre e estão sob os cuidados da ONG WIRES, que trabalha com a preservação e o resgate de animais silvestres no país. Na página da organização no Facebook, foi informado que os três órfãos permanecerão sob os cuidados da instituição por vários meses.

"Nullah, o mais novo dos três, está sendo alimentado com uma fórmula especial a cada 4 horas. Delilah e Chance, que são cerca de três meses mais velhos que Nullah, ainda estão copm um quadro de saúde instável. Ambos estão se alimentando a cada 6 horas, mas podem levar mais tempo para se adaptar à vida sem a mãe".

Os policiais foram acionados após receberem diversas ligações de moradores que se depararam com os animais mortos pelas ruas do bairro na manhã de domingo. Um dos moradores, Rob Evan, disse a rede de televisão "ABC" que a comunidade está "absolutamente chocada com o ataque".

Leia também: Moro descarta candidatura e garante: "Bolsonaro terá meu apoio em 2022"

"Quando saí de manhã, havia cerca de quatro ou cinco animais mortos no chão com ossos quebrados, saindo da pele. Eles devem ter sido atingidos com muita força. Foi muito desagradável", disse ele.

O jovem foi preso na última terça-feira(1°), pagou uma fiança e deve comparecer ao Tribunal para uma audiência no dia 26 de novembro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários