Tamanho do texto

Segundo pesquisa, atual premiê, Benjamin Netanyahu, e o seu oponente Benny Gantz estão empatados tecnicamente; votação foi encerrada

Benjamin Netanyahu votando arrow-options
Haim Zach/GPO
Benjamin Netanyahu já governa o país há 10 anos

As pesquisas de boca de urna reveladas assim que as seções eleitorais foram fechadas em Israel nesta terça-feira (7) confirmam a tendência de um empate virtual entre o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, do Likud, e Benny Gantz, do Azul e Branco.

Leia também: Espanha viverá sua quarta eleição nacional nos últimos quatro anos

De acordo com o canal de TV Channel 12 , o Azul Branco deve ganhar 34 assentos, enquanto o Likud de Netanyahu deve ficar com 33. O Channal 13 , por sua vez, aponta uma diferença de 33 a 31 para o Azul e Branco. A emissora estatal Kan prevê que os dois partidos obtenham 32 cadeiras.

Qualquer um dos resultados obrigará os partidos a negociarem para formar uma coalizão capaz de assumir o governo. Em abril, Israel realizou eleições , mas o vencedor, o atual primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu , não conseguiu formar alianças para governar.

Na ocasião, Netanyahu ficou a um passo de formar maioria no Parlamento, mas foi barrado pela resistência de seu ex-ministro da Defesa Avigdor Lieberman. Líder do partido Yisrael Beiteinu, Lieberman rompeu com o premier por ser contra um cessar-fogo com o Hamas na Faixa de Gaza e, para se juntar novamente à sua coalizão , exigiu a aprovação de uma lei que obrigue judeus ortodoxos a prestarem serviço militar, proposta rejeitada por legendas religiosas.

Leia também: Supremo britânico começa a julgar suspensão do Parlamento

Segundo informações do Comitê Central de Eleições de Israel , 63,7% dos eleitores foram às urnas até às 20h desta terça (horário local). Na eleição de abril, o comparecimento até esta hora havia sido menor. A votação do começo do ano se encerrou com 68,5% de participação.