Muro que separa Estados Unidos e México.
Ansa Brasil
Muro que separa Estados Unidos e México.

O Pentágono anunciou na noite desta terça-feira (4) a liberação de US$3,6 bilhões para a construção de um trecho de 280 km do muro na fronteira dos Estados Unidos com o México . Segundo o secretário da Defesa, Mark Esper, a pasta precisou adiar ou suspender 127 projetos de construção e de modernização das estruturas militares no país e no exterior para desbloquear o fundo.

A expectativa é de que as obras deste trecho do muro comecem daqui a cerca de 100 dias em território pertencente ao governo norte-americano. Atualmente, mais de 4,5 mil militares estão atuando na fronteira do país.

Leia também: Suprema Corte dos EUA libera uso de verbas militares para a construção de muro

A decisão, no entanto, é alvo de críticas por parte dos líderes democratas dos Estados Unidos. "Roubar dinheiro de construções militares, em casa e no exterior, prejudicará nossa segurança nacional, a qualidade de vida e moral das nossas tropas e, de fato, tornará os Estados Unidos menos seguros", afirmou a presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, a democrata Nancy Pelosi.

Leia também: Governo Trump transfere fundos de guerra para construção de muro com México

A construção do muro na fronteira com o México é uma das principais promessas de campanha do presidente norte-americano, Donald Trump , para impedir o fluxo migratório no território norte-americano. Em fevereiro, o republicano declarou emergência nacional para garantir US$2,5 bilhões dos fundos do Departamento de Defesa e US$3,6 bilhões de seu orçamento para iniciar a construção da barreira contra imigrantes. No entanto, a Câmara dos Representantes juntou-se a várias organizações para abrir um processo contra a decisão do republicano. Em maio, no entanto, o governo dos EUA destinou US$1,5 bilhão para a obra. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários